domingo, 16 de março de 2008

Entre eu e eu mesma



Imagem...
Essa é a palavra do dia!
Porque eu sempre fui uma pessoa que se preocupou com sua personalidade, mandando pro espaço qualquer tipo de comentário superficial, ou seja, a “imagem” que os outros fazem de você.
Porque o que os outros pensam de você, não é o que você é! E, por vezes, você não é nem mesmo o que você pensa de si!
Mas hoje eu tive uma visão diferente. Que imagem... às vezes é importante! Porque não adianta você ser a pessoa correta, ou tentar fazer as coisas corretas. O que as pessoas levam em consideração é se você parece correto ou não! Se você age feito uma garota puritana, conservadora, tímida... Mais do que se você realmente o é!
Eu sei quem eu sou! E eu sei o que eu faço pra me preservar!
Eu sei tudo o que eu já fiz... Tudo o que eu nunca vou fazer...
E eu sei o respeito que eu mereço!
Portanto... não me julguem! Não me enquadrem em estereótipos...
Eu não sou o que vocês pensam de mim!
Nem tampouco sou uma pessoa diferente de tudo isso!
Só não me imaginem sem coração...
Porque até a pessoa mais risonha, mais tranqüila, mais racional do mundo... pode ter sentimentos!
E eu os tenho!
Que isso fique bem claro!!!
Me recuso a me importar mais com imagem do que com caráter.
Mas ainda me importo muito com palavras.
Eu não sou um tipo!
Não sou uma louca como qualquer outra...
Inconseqüente... Displicente...
Sou apenas uma criança de olhos deslumbrados e apaixonados.
E crianças merecem atenção!

Laís Mendes
15/16 de março de 2008
.
Ao som de Ingrid Michaelson (again, and again, and again...), música perfeita: The Way I am
.
"Cuz I love the way you say good morning.
And you take me the way I am."

5 comentários:

anakin disse...

to ate com vergonha de mostrar meus textos agora...rs

Jader Rubini disse...

Você já descobriu quem você é?
Eu ainda tento descobrir rastros do que eu realmente sou.

A única coisa que sei que eu não sou mais o que eu fui, e ainda não sou o que serei.

O post de hoje me lembrou duas músicas. Dare you to move (Switchfoot), que nem tem tanto a ver com o post, e Who We Are (Lifehouse).

Rodolfo disse...

Lá infelizmente a imagem conta mais do que o verdadeiro carater da pessoa, mas cedo ou tarde as pessoas acabam enxergando atraves da imagem(mascara).

Bruno disse...

bela música senhorita!
e palavras.
=]

Laís Mendes disse...

Quem eu sou?
Um pequeno camaleão ou, como me chama um dos meus amigos, "passarinha".

Eu não sei o que eu quero, e talvez isso seja não saber quem eu sou. Mas eu sei exatamente o que eu não quero e quem eu não quero ser!

Imagens são só imagens...
Mas pessoas também são só pessoas...
E, feliz ou infelizmente, necessitados de ambas as "coisas"!