terça-feira, 24 de agosto de 2010

Nothing's gonna change...

For nothing...

É sempre assim...

Eu brigo por nada...

Ele briga por nada...

Eles brigam por nada...

Brigamos por nada...

Todos por nada...

O nada se acumula...

Vira muito nada...

Vários nadas...

E eu não sei nada sobre isso...

Nada sei...

Nada entendo...

Nada posso...

Nada tento...

Nada me acalma...

E eu nada quero...

Nada passa...

Nada convence...

Nada sara...

Eu tento evitar tudo...

Acabo não evitando nada...

O nada segue...

E nada muda...

E eu? Que nada sou?

2 comentários:

jefhcardoso disse...

Laís, o ser é muito relativo, bem como tudo. Seja o seu tudo e desfrute o mundo. Descubra-se. Esse é o desafio que vale à pena.

*Entre o sonho e a realidade eu prefiro a realidade que me permita sonhar. http://jefhcardoso.blogspot.com

Abraço!

Vitória Gutierrez disse...

Queridaa já estou te seguindo , ameeei o blog , segue o meu tbm *--*

http://majeteen.blogspot.com Obrigada beijooos